Facebook

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

O embaraçoso ‘bate papo Teletubbies’ entre a presidente Dilma, Ronaldo, Kaka e Neymar no Twitter

Depois da Publicação do artigo abaixo o Sedentário & Hiperativo (www.sedentario.org) recebeu um grande volume de acessos, quando o post já alcançava mais de 200 mil visualizações de repente o blog passou a ser atacado e pra nossa surpresa os IPs eram brasileiros. Teorias da conspiração a parte, não sabemos se o ataque tem por objetivo uma represália à publicação desta crítica, mas decidimos disponibilizar este artigo aqui pra mostrar que não vamos deixar que nos calem.
Estamos revidando e buscando trazer o blog de volta ao ar. Os amigos bloqueiros que quiserem sintam-se livres pra re-publicar o artigo. (Eles não podem derrubar todos nós). Se você tem experiência com segurança e ataques “Get Flood” e puder ajudar entre em contato: evelryu(at)gmail.com.


O embaraçoso ‘bate papo Teletubbies’ entre a presidente Dilma, Ronaldo, Kaka e Neymar no Twitter
Uma das muitas possibilidades - e uma das mais importantes - da presença de marcas ou pessoas públicas (entre artistas e políticos) nas redes sociais é aproximação com seu consumidor, eleitor ou público. Um canal de diálogo onde existe a possibilidade de debate, de transparência, de interesse na opinião do próximo. Algo fácil? Não, sem dúvida que não. Nem todos conseguem manter essa presença de forma tão eficiente, existem vários obstáculos para serem vencidos. Mas confesso não entender andar na contramão de tudo isso.

Ontem a presidente Dilma “bateu um papo” com alguns craques pelo Twitter. Até aí, tudo bem. Mas o papo, classificado como “algo escrito por um roteirista dos Teletubbies” ou “mais cretino que diálogo de filme pornô” seguiu um claro roteiro, sendo nada espontâneo e tendo um objetivo específico de tentar limpar a barra do governo federal buscando minimizar o crescente sentimento de revolta relacionado as confusões que envolvem a Copa do Mundo.

Em tese, estando na Suiça, a presidente teria soltado o tuite as 20h em ponto de lá. O fato de ser em ponto já me incomoda mas poderia ser coincidência. Uma passa. Mas e a coincidência que levou Ronaldo, Neymar e Kaka estarem online todos nessa mesma hora, cada um em seu fuso horário (Suiça e França é o mesmo), prontos para responder de forma tão espontânea, é demais pra mim. É demais pra qualquer um com mais de dois neurônios. Neymar costuma ficar dias sem entrar no Twitter, Kaka também, assim como Ronaldo - quando não está soltando os tweets da Claro. Além, claro, dos textos fugirem completamente do estilo dos perfis.
PS. Muita gente defende ser claro não se tratar de Dilma a frente do perfil do Twitter, que é um assessor. Claro pra quem já que o próprio perfil já publicou fotos da presidente tuitando como se fosse ela a atualizar a conta?

Confesso ficar incomodado com o fato de quem quer que esteja por trás dessa ação achar que o brasileiro usuário do Twitter é ignorante ao ponto de acreditar nessa bobagem. O texto é embaraçoso. A interação é capenga. O conceito por trás disso tudo é vergonhoso.

Mas vou além.

As marcas estão sendo obrigadas a identificar os tweets de propaganda. Veja bem, não estou afirmando que os craques tenham recebido pra dar esses tweets, mas mesmo que não tenham, se a intenção era fazer propaganda, está certo essa intenção não ser clara ou identificada? Eles podem fazer propaganda fingindo que não é propaganda? Estão acima da lei? Caso tenham sido pagos que pagou por esses tweets? E quanto foi pago?

Para que tenham ideia um tweet destes, segundo dados de mercado, pode chegar a R$ 50.000,00. É, é isso mesmo. R$ 357,14 por caracter, ou seja, R$ 357,14 por tecla apertada. Nessa “ação” poderiam ter sido gastos R$ 300.000,00.

Quem pagou essa conta? Essa despesa está listada no Portal da Transparência? É uma conta paga pela Dilma ou pelo governo federal? Perguntas que deviam ser respondidas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário