Facebook

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

ADEUS!!!

É tão difícil dizer um adeus, DÓI tanto, ainda mais quando gostamos de alguém como nunca gostamos de outra, é difícil dizer adeus porque criamos  vinculo, escrevemos uma história, despertamos o sentimento mais forte do ser humano, o amor, e a cada noite escura e turva que passamos e vem a memoria os momentos bons que passamos os sorrisos, as conversas, mesmo as que eram bobas, fazia um sentido...

A dor do adeus é grande porque ele quer te forçar a esquecer de tudo que vivemos um do lado do outro e fingir que nunca aconteceu, olhar um para o outro e se fazer que é um estranho.
A dor do adeus é grande porque começamos a viver um fingimento, ter uma falsa alegria... Esse adeus arranca um pedaço enorme do coração, mostrar sorrisos nos momentos que queremos de fato derramar lagrimas.

O adeus faz lembrar que todos os momentos bons que passamos juntos, os filmes de terror que não queria assistir, as conversas sobre coisas bobas, os lugares que fomos e que nunca mais vai acontecer...

Todos queriam que esse adeus se tornasse em um até logo, ou que fosse somente um sonho horrível, que ao acordar a realidade era você do meu lado... Na realidade o que na verdade é um pesadelo real, uma coisa pior que um sonho horrível.

A dor do adeus nos faz ver o quão importante e necessária você é para nós, e que nunca iremos encontrar outro alguém igual e nem melhor, porque percebemos que você é única e insubstituível...

A dor do adeus nos leva a sentir algo que nunca iremos entender e nunca iremos encontrar o motivo... Como chegamos a esse ponto? Não deveriam existir razões para que isso chegasse a acontecer... Deixamos nossas vidas nas mãos do destino, mas o destino somos nós que o direcionamos, a história somos nós quem a escrevemos, os sentidos somos nós quem dá.

A dor do adeus é aquela que quando conseguimos carregamos para toda a vida, sempre se irá senti-la, e como teremos que dizer adeus, eu acolho essa cor como uma aliada, porque sempre me trará à memoria os melhores momentos que vivemos, e isso eu nunca quero esquecer.

ADEUS... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário